Abaixo seguem algumas informações importantes sobre o material contido no website:

> As informações contidas neste website são de caráter meramente informativo e não constituem qualquer tipo de aconselhamento de investimentos, não devendo ser utilizadas para esta finalidade. Seu único propósito é dar transparência à gestão executada pela SPX Gestão de Recursos Ltda. (“SPX Capital”) e SPX Equities Gestão de Recursos Ltda. (“SPX Investimentos”), empresas do grupo SPX;

> Nenhuma informação contida neste website constitui uma solicitação, oferta ou recomendação para compra ou venda de quotas de fundos de investimento, ou de quaisquer outros valores mobiliários. A SPX Capital e a SPX Investimentos não comercializam nem distribuem quotas de fundos de investimento ou qualquer outro ativo financeiro. Recomendamos uma consulta a assessores de investimento e profissionais especializados para uma análise específica, personalizada antes de sua decisão sobre investimentos;

> Aos investidores é recomendada a leitura cuidadosa de prospectos e regulamentos ao aplicar seus recursos;

> Este website não é direcionado para quem se encontrar proibido por lei a acessar as informações nele contidas, as quais não devem ser usadas de qualquer forma contrária à qualquer lei de qualquer jurisdição;

> Fundos de Investimento não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos – FGC;

> Nos fundos geridos pela SPX, a data de conversão de cotas é diversa da data de aplicação e de resgate, e a data de pagamento do resgate é diversa da data do pedido de resgate;

> A rentabilidade divulgada já é líquida das taxas de administração, de performance e dos outros custos pertinentes ao fundo, mas não é líquida de impostos. Para avaliação da performance do fundo de investimento, é recomendável uma análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura;

> Os fundos geridos pela SPX utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus cotistas, podendo, inclusive, acarretar tanto perdas superiores ao capital aplicado, quanto uma consequente obrigação do cotista de aportar recursos adicionais para cobrir o prejuízo do fundo;

> Os fundos geridos pela SPX estão autorizados a realizar aplicações em ativos financeiros no exterior. Os fundos podem ainda estar expostos a uma significativa concentração em ativos de poucos emissores, com riscos daí decorrentes. Não há garantia de que os fundos multimercados terão o tratamento tributário para fundos de longo prazo;

> A SPX Capital, SPX Investimentos, seus administradores, sócios e funcionários não se responsabilizam pela publicação acidental de informações incorretas, e isentam-se de responsabilidade sobre quaisquer danos resultantes direta ou indiretamente da utilização das informações contidas neste website;

> O conteúdo deste website não pode ser copiado, reproduzido, publicado, retransmitido ou distribuído, no todo ou em parte, por qualquer meio e modo, sem a prévia e expressa autorização, por escrito, do grupo SPX.

Para ter acesso ao site, você precisa concordar com nossos termos.

Sócios Controladores

Rogério Xavier

Coordenador do Comitê Executivo e Diretor responsável pela área de Juros da SPX.

Fundou a SPX em 2010 após passagens pelo Banco de Investimentos Garantia entre 1985-1988 e pelo Banco BBM entre 1989-2010. Neste último, foi Diretor responsável pela Tesouraria entre 1997-2007. Em 2008, assumiu a Diretoria Executiva da unidade de Gestão de Recursos de Terceiros. Deixou o Banco em 2010.

Xavier é Bacharel em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Bruno Pandolfi

Membro do Comitê Executivo e Diretor responsável pelas áreas de Moedas e Crédito da SPX.

Fundou a SPX em 2010. Ingressou no Banco BBM em 1996, tornando-se sócio em 2003. Em 2009, foi nomeado Diretor Financeiro. Deixou o Banco em 2010.

Pandolfi obteve MBA com ênfase em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-RJ) e é Bacharel em Engenharia Eletrônica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Daniel Schneider

Membro do Comitê Executivo da SPX e Diretor responsável pela Área de Relação com Investidores.

Fundou a SPX em 2010. Começou sua carreira em 1994 no Departamento Financeiro da Alcan Alumínio do Brasil. Ingressou no Banco BBM em 1996, tornando-se sócio em 2003. No ano de 2009, foi nomeado Diretor de Renda Fixa da unidade de Gestão de Recursos de Terceiros. Deixou o Banco em 2010.

Schneider  Bacharel em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP).

Leonardo Linhares

Membro do Comitê Executivo e Diretor responsável pela área de Ações da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2012. Começou sua carreira no Banco BBM em 1994, tornando-se sócio em 2003. No ano de 2009, foi nomeado Diretor de Renda Variável da unidade de Gestão de Recursos de Terceiros. Deixou o Banco em 2012.

Linhares é Bacharel em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Sócios

Beny Parnes

Diretor e Economista-Chefe da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2013. Começou sua carreira no Banco BBM em 1991. Foi diretor da área externa do Banco Central do Brasil entre 2002 e 2003. Em 2004, retornou ao Banco BBM como Diretor Executivo. Deixou o Banco em 2013.

Parnes completou os créditos do programa de Doutorado da Universidade da Pensilvânia, EUA, (sem conclusão de tese). É Bacharel em Economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e professor associado do Departamento de Economia da PUC-RJ.

Bernardo Meres

Gestor de Moedas da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2015. Iniciou sua carreira como estagiário na Mellon Brascan e atuou como sócio na Gávea Investimentos.

Meres é formado em Economia e Finanças pela IBMEC e possui Mestrado em Métodos Matemáticos em Finanças pelo IMPA.

Bernardo Queiroz

Responsável pelo BackOffice da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2010. Começou sua carreira no Banco BBM em 2003 na área de BackOffice. Deixou o Banco em 2010.

Queiroz obteve MBA com ênfase em Finanças e Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) e é Bacharel em Administração de Empresas pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-RJ).

Bruna Silveira

Analista de Empresas da SPX.

Ingressou na SPX em 2012 e tornou-se sócia em 2014. Iniciou sua carreira no Banco BBM em 2010, onde atuou na área de Bolsa Internacional. Em 2011 passou a exercer a função de Analista de Mercado.

Silveira é Bacharel em Economia pela PUC-RJ.

Bruno Mafra

Diretor responsável pela área de Commodities da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2010. Começou sua carreira no Banco BBM em 2004. Em 2009, tornou-se Gerente responsável pela Mesa de Commodities da unidade de Gestão de Recursos de Terceiros. Deixou o Banco em 2010.

Mafra obteve seu Mestrado em Finanças pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), Bacharel em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e pela École Centrale de Paris.

Bruno Marangoni

Gestor de Moedas da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2014. Iniciou sua carreira em 2004 como trainee no Banco Pactual. Em 2007 atuou na mesa de câmbio. Posteriormente, passou a exercer a função de Gestor de Moedas e Renda Fixa na JGP Gestão de Recursos. Deixou a JGP em 2014.

Marangoni é Bacharel em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Cristiano Amorim

Diretor responsável pelas áreas de Risco e BackOffice da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2010. Começou sua carreira no Banco BBM em 1995 na área de Controle Gerencial, passando a integrar a área de Produtos em 1997. Em 2003, foi Superintendente Adjunto da área de Operações Estruturadas do Banco Santos e, em 2005, Sócio-Fundador e Diretor da Foco DTVM. Retornou ao BBM em 2007 como Gerente das áreas de Produtos e Planejamento. Deixou o Banco em 2010.

Amorim obteve MBA com ênfase em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-RJ) e é Bacharel em Engenharia Mecânica e de Produção pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Frederico Saraiva

Gestor de Ações da SPX.

Ingressou na SPX em 2016. Iniciou sua carreira como analista no Banco BBM. A partir de 2007 passou a atuar como analista e depois como gestor de renda variável na ARX Investimentos.

Saraiva é formado em Engenharia de Produção pela UFRJ.

Gabriel Hartung

Macroeconomista da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2013. Começou sua carreira no Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) em 2006. Em 2008, ingressou no Banco BBM, na área de Pesquisa Macroeconômica. Deixou o Banco em 2013.

Hartung obteve Doutorado e Mestrado na Fundação Getúlio Vargas (EPGE/FGV) e é Bacharel em Economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Guilherme Mazie

Gestor de Ações da SPX.

Ingressou na SPX em 2012 e tornou-se sócio em 2013. Começou sua carreira Banco BBM em 2009, onde atuou na área de pesquisa de modelos quantitativos. Tornou-se gestor dos fundos de Ações do BBM em 2011. Deixou o Banco em 2012.

Mazie é Bacharel em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Katherine Albuquerque

Responsável pelas áreas de Legal e Compliance da SPX.

Ingressou na SPX como sócia em 2014. Começou sua carreira no Banco BBM em 1997 na área Societária/Fiscal. Em 2009, ingressou na EBX no Departamento Jurídico, atuando ainda  nas áreas bancária, societária e fiscal. 

Albuquerque obteve MBA com ênfase em Finanças e especialização em Direito Tributário pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) e é Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ). 

Leonardo Cabral

Gestor de Moedas da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2014. Iniciou sua carreira no Banco Cindam em 1995, atuando na mesa de câmbio e juros. Trabalhou em Londres no Deutsche Bank entre 2004-2009 na mesa de derivativos de FX e posteriormente no Barclays como diretor na mesa de FX Correlation. Em 2011 voltou ao Brasil como sócio da JGP Gestão de Recursos exercendo a função de Gestor Sênior de Moedas.

Cabral obteve MBA de Wharton – University of Pennsylvania - com ênfase em finanças e contabilidade em 2005 e é Bacharel em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Lucas Beltrame

Analista de Commodities da SPX.

Iniciou sua carreira na SPX em 2011 e tornou-se sócio em 2014.

Beltrame é graduado em Engenharia pelo IME.

Marcio Albuquerque

Gestor sênior de Moedas da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2010. Começou sua carreira no Banco BBM em 2003. Em 2008, tornou-se Gerente responsável pela Mesa de Moedas e posteriormente sócio. Deixou o Banco em 2010.

Albuquerque obteve MBA com ênfase em Finanças e Mercados de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), Bacharel em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e em Economia pela Universidade do Alabama.

Murilo Oliveira

Gestor de Ações da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2013. Começou sua carreira no Banco Itaú em 2006, onde atuou na Diretoria de Produtos de Pessoa Física. Em 2008 ingressou no Banco BBM na Área de Private Equity e M&A. Em 2009, passou a integrar o time de Análise de Empresas. Deixou o Banco em 2013.

Oliveira é Bacharel em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Rodrigo Godinho

Responsável pela área de Relacionamento com Investidores no Brasil da SPX.

Ingressou na SPX em 2010 e tornou-se sócio em 2011. Começou sua carreira no Banco BBM em 2001. Em 2005, passou a exercer a função de Operador de Juros na Tesouraria Corporativa. Deixou o Banco em 2010.

Godinho obteve MBA com ênfase em Finanças e Mercados de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) e é Bacharel em Economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Rodrigo Nascimento

Ingressou na SPX em 2012 na área de backoffice e tornou-se operador de moedas. Iniciou sua carreira no Banco BBM em 2007 na área de Controle Gerencial. De 2010 até 2012 trabalhou no Banco BTG Pactual na área de Administração de Fundos e posteriormente na mesa de Renda Fixa da Asset. Tornou-se sócio na SPX em 2015.

Nascimento é graduado em Engenharia pela PUC-RJ.

Sebastian Lewit

Gestor sênior de Juros da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2010. Começou sua carreira no Banco BBM em 1997, tornando-se sócio em 2006. Em 2009, tornou-se Gerente responsável pela Mesa de Juros da unidade de Gestão de Recursos de Terceiros. Deixou o Banco em 2010.

Lewit obteve MBA com ênfase em Finanças e Mercados de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) e é Bacharel em Engenharia Elétrica e de Produção pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Sergio Carvalho

Gestor de Juros da SPX.

Ingressou na SPX em 2012 e tornou-se sócio em 2013. Começou sua carreira no Banco BBM em 2009, onde atuou na área de Risco de Mercado, em seguida passou a exercer a função de Operador na Tesouraria Corporativa. Deixou o Banco em 2012.

Carvalho é Bacharel em Engenharia Mecânica-Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Tiago Fernandes

Gestor de Moedas da SPX.

Ingressou na SPX em 2011 e tornou-se sócio em 2013. Começou sua carreira no Banco BBM em 2010, onde atuou na área de Risco de Mercado. Deixou o Banco em 2011.

Fernandes é Bacharel em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e em Engenharia de Gestão pela Università Politecnico di Milano.

Wladyslaw Ribeiro

Gestor sênior de Ações da SPX.

Ingressou na SPX como sócio em 2013. Começou sua carreira no Banco BBM em 2008, onde atuou na área de Análise de Empresas. Posteriormente, passou a exercer a função de Gestor dos fundos de Ações da unidade de Gestão de Recursos de Terceiros. Deixou o Banco em 2013.

Ribeiro é Bacharel em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Ylan Adler

Gestor de Commodities da SPX.

Iniciou sua carreira na SPX em 2011 na área de Pesquisa Macroeconômica e em 2012 tornou-se operador de commodities. Em 2014 passou a ser sócio.

Adler é graduado em Economia pela PUC-RJ.