Abaixo seguem algumas informações importantes sobre o material contido no website:

> As informações contidas neste website são de caráter meramente informativo e não constituem qualquer tipo de aconselhamento de investimentos, não devendo ser utilizadas para esta finalidade. Seu único propósito é dar transparência à gestão executada pela SPX Gestão de Recursos Ltda. (“SPX Capital”) e SPX Equities Gestão de Recursos Ltda. (“SPX Investimentos”), empresas do grupo SPX;

> Nenhuma informação contida neste website constitui uma solicitação, oferta ou recomendação para compra ou venda de quotas de fundos de investimento, ou de quaisquer outros valores mobiliários. A SPX Capital e a SPX Investimentos não comercializam nem distribuem quotas de fundos de investimento ou qualquer outro ativo financeiro. Recomendamos uma consulta a assessores de investimento e profissionais especializados para uma análise específica, personalizada antes de sua decisão sobre investimentos;

> Aos investidores é recomendada a leitura cuidadosa de prospectos e regulamentos ao aplicar seus recursos;

> Este website não é direcionado para quem se encontrar proibido por lei a acessar as informações nele contidas, as quais não devem ser usadas de qualquer forma contrária à qualquer lei de qualquer jurisdição;

> Fundos de Investimento não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos – FGC;

> Nos fundos geridos pela SPX, a data de conversão de cotas é diversa da data de aplicação e de resgate, e a data de pagamento do resgate é diversa da data do pedido de resgate;

> A rentabilidade divulgada já é líquida das taxas de administração, de performance e dos outros custos pertinentes ao fundo, mas não é líquida de impostos. Para avaliação da performance do fundo de investimento, é recomendável uma análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura;

> Os fundos geridos pela SPX utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus cotistas, podendo, inclusive, acarretar tanto perdas superiores ao capital aplicado, quanto uma consequente obrigação do cotista de aportar recursos adicionais para cobrir o prejuízo do fundo;

> Os fundos geridos pela SPX estão autorizados a realizar aplicações em ativos financeiros no exterior. Os fundos podem ainda estar expostos a uma significativa concentração em ativos de poucos emissores, com riscos daí decorrentes. Não há garantia de que os fundos multimercados terão o tratamento tributário para fundos de longo prazo;

> A SPX Capital, SPX Investimentos, seus administradores, sócios e funcionários não se responsabilizam pela publicação acidental de informações incorretas, e isentam-se de responsabilidade sobre quaisquer danos resultantes direta ou indiretamente da utilização das informações contidas neste website;

> O conteúdo deste website não pode ser copiado, reproduzido, publicado, retransmitido ou distribuído, no todo ou em parte, por qualquer meio e modo, sem a prévia e expressa autorização, por escrito, do grupo SPX.

Para ter acesso ao site, você precisa concordar com nossos termos.

COMITÊ EXECUTIVO

É composto pelos quatro sócios controladores. Tem como responsabilidade traçar as estratégias da gestora, bem como avaliar o desempenho da equipe e definir a distribuição de resultados.

Este comitê executivo se reúne mensalmente ou, extraordinariamente, sempre que algum dos integrantes entenda como necessário e o demande. A coordenação deste comitê é exercida por Rogério Xavier.

 

COMITÊ DE GESTÃO

É composto pelos sócios mais representativos da equipe de Gestão, o economista chefe, um analista macroeconômico e o responsável pela área de Risco. O Comitê de Gestão se reúne semanalmente.

Este Comitê tem por principal finalidade discutir as estratégias de investimento dos Fundos, por meio de apresentações individuais que demonstrem os fundamentos das alocações e o percentual do risco alocado em cada um dos Fundos.

 

COMITÊ MACROECONÔMICO

É composto pelas equipes de pesquisa e de gestão. São abordados temas específicos como o cenário político-econômico, a inflação, a atividade econômica, o balanço de pagamentos e as contas públicas do Brasil, dos países industrializados e das principais nações emergentes, buscando identificar as mais importantes tendências da economia global.

Este comitê se reúne duas vezes por semana. 

 

COMITÊ DE AÇÕES

É composto pelas equipes de análise e gestão de ações. Os analistas apresentam o resultado de suas avaliações a partir de visitas e contato com as empresas, competidores, fornecedores e outros analistas, buscando informações nas mais diversas fontes. No comitê semanal, a carteira dos fundos é exposta pelos gestores aos integrantes do comitê e os analistas apresentam novas ideias ou atualizações de seus setores e empresas. Nas reuniões diárias, os gestores interagem de forma dinâmica com os analistas discutindo qualquer nova informação ou fato que possa mudar o entendimento sobre as empresas e setores do mercado de ações.

Este comitê se reúne semanalmente.

 

 

COMITÊ DE COMMODITIES

É composto pelas equipes de pesquisa e de gestão de commodities. São apresentadas e debatidas as projeções para o balanço de oferta e demanda de cada commodity, à luz do desempenho recente dos dados. Analistas e gestores buscam identificar desequilíbrios nos balanços capazes de proporcionar alterações relevantes de preços. Oportunidades para alocações são discutidas e exploradas.

Este comitê se reúne semanalmente.

 

 

COMITÊ DE RISCO E COMPLIANCE

É composto pelo Diretor de Risco e Compliance, pelo diretor responsável pela área de análise macroeconômica, por um sócio analista macroeconômico, por um diretor representando as áreas de Gestão, e por um membro da equipe de Risco e/ou Compliance, dependendo da pauta do Comitê e definido pelo diretor responsável por estas áreas.

Este Comitê se reúne no mínimo semestralmente, ou sempre que necessário, mediante convocação de qualquer de seus membros, sendo instalado necessariamente com a presença do Diretor de Risco e Compliance ou seu substituto representando uma destas áreas, conforme o caso.

O Comitê de Risco e Compliance é responsável pela definição das Políticas, controles e diretrizes a serem seguidas pela área de Gestão de Risco e Compliance, bem como pela definição de cenários de risco e revisão dos monitoramentos realizados.